Segunda-feira, 12 de Junho de 2006

Desconexões

Messenger Live 8 (11, 12 Jun 06)


22:04  KS: A papar?

22:30  KS: Bem vou beber um coffe

22:30  KS: Com o tábuas

22:32 KS: Pode ser ke ainda te apanhe aki kd chegar

22:32 KS: Ate la

22:32 KS: *

00:02 KS: cucu

00:15 KS: hum

00:18 KS: ocupado ?

00:40 KS: ok se te apetecer falar eu tou por aki

03:00 WN: Adormeci... tava cá com uma pedrada (directa), depois bebi um pouco, mas n muito, q ainda ajudou à festa. Acordei agora...

 -- : -- WN: (sms via sapo messenger)

04:07 WN: Olá estás por aí?


sinto-me:
som engarrafado: Baladas 80's & 90's
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 05:31
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sexta-feira, 9 de Junho de 2006

Um sonho...



Invasão dos sentidos

Apareceste...
vinda do nada
simplesmente apareceste.
O cabelo imitava a roupa clara, translúcida
que ao vento se prostrava.
Sem à porta bater, entraste,
deixei-te instalar,
e por fim, sem uma palavra vibrar... deitar.
Dormiste, descansaste.
Olhei-te!
Voltei a olhar-te, mais... e mais!
Preso, paralisado, não sei,
sem mexer fiquei,
horas a fio, parado... só olhar!
O teu modo invadiu-me,
meus sentidos cederam
no teu olhar ao acordar,
teu sorriso, passo de mágica,
sem uma palavra vibrar.
Mais uma vez sorriste,
e pela porta que entraste, saíste,
com destino incerto,
capa pendente... ao vento,
miragem do meu pensamento.

sinto-me: a sonhar
som engarrafado: Drive - The Cars
Arquivo de mensagens engarrafadas:
Quinta-feira, 8 de Junho de 2006

Post it - A casa fantasma



A isto é que se chama uma garagem bem guardada...
Então esperem até ver o resto da casa em slideshow!

Pataias é uma vila simpática que fica sensivelmente a meio caminho entre Nazaré e Mª Grande. Sempre que por lá passo, e não são poucas as vezes já que faço este trajecto quase todos os dias por duas vezes, uma para cada lado, pergunto-me a mim mesmo -  porque raio os donos daquela casa fizeram este tipo mórbido de decoração exterior? (eu não faço ideia o que seja por dentro!). Até que gostaria de conhecer as pessoas que lá moram para tentar perceber o porquê de tal decoração.
Mas isto não é nada, se passarem por lá à noite, bem de noite, vão ver que a morbidez é potenciada ao extremo mau gosto, digno de um imenso horror, mesmo a calhar para as filmagens de qualquer filme de terror de terceira categoria.
sinto-me: uma gargula à espera da noite
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
Domingo, 4 de Junho de 2006

De partida...

Voltaram a ficar juntos para sempre. Hoje, Raúl Indipwo voltou para junto do seu amigo Milu Mack-Mahom. Aos 72 anos o cantor e artista plástico mais conhecido de Angola a residir em Portugal, deixou o lado de cá e partiu.


Duo Ouro Negro - Amanhã

Arquivo de mensagens engarrafadas: ,

Mudar de rumo

Neste momento da minha vida sinto que algo vai acontecer, algo diferente vai fazê-la mudar de rumo. O rumo que leva não é aquele que quero para mim. Não preciso de um GPS, basta-me uma bússola para o fazer. Pelo menos do meu ponto de vista há algo que pode melhorar, mas tal como eu, muita gente também pensa o mesmo da sua própria vida. Basta que a bússola fique direita, porque inclinada como está não funciona bem e continua a indicar o rumo que não é o mais certo. Nunca estamos completamente satisfeitos, realizados. Não é que esteja de mal com a vida, porque isso é mentira, mas sinto que poderá melhorar, sinto que vai mudar.
Para isso tenho feito algumas coisas, coisas essas, não ter a certeza se irão dar frutos ou não, mas sinto que sim. Se essas coisas produzirem efeito, resta saber se serão bons ou não. Ter a sensação de(...), não é o mesmo de ter a certeza de(...). Pelo menos tenho feito algo nesse sentido e não me poderei culpar por não ter tentado fazê-lo, porque realmente quero fazê-lo. Mas também tenho de reconhecer dois aspectos:
  • primeiro, não sei se fiz tudo, ou se estou a fazer tudo o que me é possível para que isso aconteça;
  • segundo, terei de ter em conta que muitas coisas na nossa vida estão dependente de terceiros, portanto estamos condicionados por coisas que estão fora do nosso poder de decisão.
Não falo em aspectos porque todas as vertentes que compõem a nossa vida estão relacionadas. Por isso se mudar aquilo que pretendo que mude, se se concretizar realmente, mudará tudo, todas as vertentes e aspectos da minha vida. Assim espero... e que seja para melhor e o mais breve possível. Amen!
Arquivo de mensagens engarrafadas:
Sexta-feira, 2 de Junho de 2006

Que titulo hei-de pôr aqui?

'Tou arrastado!!!


Final da tarde, Nazaré, 2 de Junho de 2006.
A loirita arrasta, autenticamente a outra desde a praia - Ela vai p'a casa minha! - Subiu a rampa, atravessou a estrada e depois desapareceu por entre as ruelas que labirinticamente desaguam na marginal. Assim a levou para casa dela!
sinto-me: arrastado
Arquivo de mensagens engarrafadas: , ,
Quarta-feira, 31 de Maio de 2006

Atenção às regras

Escrito num papel, colado por cima do urinol do WC da direcção de uma conceituada empresa vidreira da região Oeste:


 

Regras de Boa Educação

POR FAVOR


Após utilizar o WC deixe tudo limpo


Se utilizar a sanita, limpe com o piassaba não deixe

“Restos”


Se utilizar o urinol, carregue no fluxómetro


A literatura não deve ser deixada no WC


Já agora, antes de sair utilize o spray contra os

“Maus cheiros”



sinto-me: Esqueci-me da minha literatura
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
Quarta-feira, 24 de Maio de 2006

Mensagens à deriva sem rolha

Modificar fisionomias de celebridades poderá ser uma maneira de se divertir um pouco. Se não acha, então experimente aqui.

A natureza morta ou vegetal proporciona-nos vistas muito parecidas com coisas com que 'lidamos todos os dias'. Cada um fala por si, como tal eu falo por mim, claro. Ver aqui. Mas há mais... a perfeição... aqui.

Atenção, em primeira mão aqui no engarrafamentos o novíssimo motor de busca brasileiro - Gugol. Procure o que quiser, só é pena que seja um pouquinho lento, mas isso já está a ser trabalhado. Cuidado com o som, baixem o volume!
sinto-me: ainda exausto de tanto dormir
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
lançado ao mar por west às 10:16
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Terça-feira, 23 de Maio de 2006

DonkeyParade



Está na moda a Cowparade e até há blogs que têm o dito bovino pintado como forma de fazer parte da dita parada artística . Há umas vacas que foram raptadas: umas apareceram outros não; umas são bonitas; outras nem por isso; umas dão leite; outras não; umas isto; outras aquilo.
Ora, como as vacas são bastante concorridas, eu ficaria muito chateado se me roubassem a minha, digo mesmo que entraria em paníco se me f*d*ssem a vaca, daí decidi  fazer parte também da parada artística , mas não com a dita vaca, mas antes com um Burro, Asno, Mercedes de orelhas, Donkey.
Eu tirei a foto ao Asno, ou será Asna, não dá para ver; agora quem quiser que pinte: Basta clicar na foto ou aqui para ampliá-la e copiá-la, depois usando o paint ou outro programa qualquer, é só pintar e dar largas à imaginação. Enviem o resultado para o meu e-mail e as melhores (as piores também), serão publicadas neste blog. Se forem muitas faço um slideshow, se forem poucas coloco-as simplesmente aqui, e se não forem nenhumas, então agradeço o vosso extremíssimo apoio e colaboração para a formação da DonkeyParade!



Faça parte da DonkeyParade
a parada de Asnos anti-rapto
A parada alternativa às Vacas
colabore engarrafando um Asno


Donkeyparade: asno original; asno riscado; asno da f0fa; asno óleado; asno aluado e pirateado; Asno Bidoga
Arquivo de mensagens engarrafadas:

Rap dos Matarruanos

É com a minha ovelha que eu quero estar, fachabôr.
Eis a cantiga dos Gato Fedorento que cruza, de forma perigosa, os universos de 50 Cent e do Engenheiro Sousa Veloso, conforme descreve o Nuno Markl no seu blog. 
Via Há vida em Markl



Rap dos Matarruanos
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
lançado ao mar por west às 11:09
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Segunda-feira, 22 de Maio de 2006

Mensagens à deriva sem rolha

Não é só no Brasil que o povo é assaltado todos os dias, nós por cá também o somos. Por isso este vídeo se adapta também e tão bem, a nós Portugueses.
Rir faz bem, por isso
veja o vídeo aqui.

O que leva uma pessoa ou um conjunto de pessoas a criticarem tanto uma relação com o objectivo de ferirem uma das partes. Não percebem que estão também a ferir de raiva e ódio a outra pessoa de que gostam, que faz parte dessa relação e que provavelmente tentam defender da outra pessoa (mais velha)?! Não percebem que só valorizam e dão ênfase à pessoa que atacam, tornando-a mais conhecida (como se não fosse já o quanto basta!), vitima, e alvo do carinho dos outros?! Comigo funcionaria com o efeito contrário ao pretendido!
Ver notícia aqui.
Ver blog  aqui.

Novo e espectacular site da Pirelli, o tal fabricante de pneus e do calendário mais famoso do mundo, agora a dedicar-se também à curta-metragem. Vai ser uma por ano, tal como o calendário. Vale a pena perder por lá muito tempo e ver tudo em pormenor. Só pelo elenco merecia ser visto, mas há mais.
Aceder ao site aqui.

Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
lançado ao mar por west às 12:06
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sexta-feira, 19 de Maio de 2006

Cowparade II

Última hora: Vacas continuam a desaparecer!
Não querem lá ver que as vacas desataram a desaparecer. Não bastava já terem roubado a vaca Cowpyright do Campo Pequeno, que agora também roubaram a vaca do Alentejano. Que será do Alentejano sem a sua Vaca?!

A teoria desenvolvida pela organização West aponta para razão do desaparecimento das vacas roubadas, não propriamente o roubo, mas mais um interesse espontâneo de cada uma para o Europeu de Futebol e para o Mundial, tendo as vacas desaparecidas rumado em direcção ao norte do País e depois para a Alemanha, na esperança de poderem privar com uns guarda redes experientes na matéria.

(Actualização às 14h40 de 19/05/06)
A vaca Cowpyright afinal já apareceu! Estava em Monsanto, Lisboa, a sete quilómetros do Campo Pequeno, junto à faculdade de medicina veterinária, com uma pata em estado deplorável e com um bilhete enfiado nos cornos que dizia o seguinte: "Mais vale uma vaca em Monsanto que duas no Campo Pequeno."
 Esquisita esta situação, não?
sinto-me: Vale a pena pintar a vaca?
Arquivo de mensagens engarrafadas:

Cowparade

Cowparade - as vacas invadiram Lisboa!
Mas isso é novidade para alguém?
Com tanta vaca espalhada por aí, Nazaré incluída, isso não é admiração nenhuma. Mais tarde ou mais cedo elas tinham de ir parar a algum lado, e como as noticias se espalham depressa, também não era novidade para ninguém que os bois iam andar novamente por aí, não à solta, mas na arena do Campo Pequeno, daí as vacas terem ido parar a Lisboa. O curioso nisto, é que, a vaca Cowpyright situada na praça em frente ao Campo Pequeno foi roubada, isto é, raptada, só não se sabe por quem e para onde. Não deixa de ser interessante este caso, mesmo à medida da organização west , uma organização virada para a resolução de casos de desaparecimentos misteriosos. Os últimos desenvolvimentos, ou melhor, a ausência deles, indicam que ainda não foi feito nenhum pedido de resgate.
A cowparade estava confortavelmente instalada esta noite no Campo Pequeno, belas, bem artilhadas, pintadas, enfim, vestidas a rigor para a ocasião. Elas eram tantas e tão boas que até metia nojo, até enjoava tanta vaca boa.
Mas 'não há bela sem senão': havia nas instalações do Campo Pequeno, quase tantos bois (mansos) como de vacas. Havia ainda uns boizitos prontos a tourear e uns quantos cavalos para ajudar à festa. No fim da festa, que foi bonita, todos cantaram o Hino Nacional, só faltou ver por lá uns cachecóis da Selecção Nacional e gritarem pelo Figo e pelo Deco, porque bandeiras ainda haviam umas quantas, que eu vi. Não, os jogadores da Selecção não puderam estar presentes porque tinham hora marcada para as 23h30 no local da concentração, no hotel não sei das quantas. Com o Sargentão não se brinca. Mas se por acaso pudessem estar presentes os únicos a ter lugar naquele espectáculo, seriam os guarda redes, os únicos a poder agarrar as bolas com as mãos, a apalpa-las, a acariciá-las, isto é, a ver se tinham a pressão do ar conveniente para o jogo. Eventualmente alguns apanha bolas também poderiam entrar na festa e apalpar as bolas, mas esses teriam de se contentar com as suas! Pois, porque aquilo era só para craques!
Vejam bem que agora tudo e todos têm vacas, agora até os blogs as têm, como demonstro através do Alentejano. Eu também estou a levar a sério esta ideia e a pensar também engarrafar uma vaca, mas isso será assunto para outra garrafa.
Ver aqui mais vacas.
sinto-me: com vontade de pintar uma vaca
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 01:19
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Segunda-feira, 15 de Maio de 2006

Por aí

No dia 10 de Maio, quando ia da praia para casa, ouvi junto à 'pastelaria batel' uma senhora com cerca de cinquenta anos comentar para outra mais velha:
“Não era arroz com camarão, era camarão com arroz!”
Bem... isto perto da hora do almoço, depois de uma 'prainha' e com a barriga vazia... é muito mau!

Nesse mesmo dia, da parte da tarde, ouvi na praia um puto de dez anos dizer para outro com cerca de 12 anos e um quarto de metro mais alto:
 “Eh Tiago! Vou-te contar um segredo, mas não dizes nada a ninguém – gosto da Neusa!”
O outro nada disse mas olhou para ele por um ângulo que não me deixava ver as suas feições. “F*d*-se ... com essa cara assustas-me!!!”


sinto-me: disfarçado por aí ouço tudo
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
Domingo, 14 de Maio de 2006

Engarrafar na praia

Normalmente, quando vou sozinho à praia, como hoje de manhã (Quarta, 10 Mai /06), deitado na toalha, ao sol, costumo ouvir música pelos phones . Mas hoje, o que me apeteceu mesmo naquele bocadinho da manhã em que lá estive, foi ouvir o piar das gaivotas aqui e ali por entre o murmurar constante das ondinhas, que de tão pequeninas, não o chegavam a ser.

Muito ao longe, ouvia-se o motor da máquina de terraplenar , que como vem sendo habitual todos os anos, antes da época balnear, endireita a areia de modo a ter um melhor aproveitamento. A praia parece esticar uma dezena e meia de metros em direcção ao mar na sua parte mais alta e plana.

A temperatura estava lá mas o vento também, exagerado por vezes, provocando frio momentâneo, quando soprava em rajada. Na praia não gosto de sentir frio. O vento só sabe bem naqueles dias bem quentes, para servir de refrigerador, tal 'freon ', pelas tubagens serpentinadas de um frigorífico. Apesar de tudo o cenário estava apetecível.

Da parte da tarde, voltei ao local onde estivera nessa manhã. Levei comigo a Piratacaçula . Eta mulher!!!' (ler isto com sotaque Brasileiro). É só água, água e mais água! Praia para ela é só mar e pouco mais. Depois dela acabar com os banhos, ainda deu para dormir um pouco ao sol. Eu sei que faz mal, mas sabe muito bem. Ainda para mais não tinha dormido, tinha deixado o turno da noite e ia para folga. Claro que tinha colocado protector solar. Voltei a colocar mais.

A tal musiquinha nos phones e o livro que ando a ler. Ah, e este post ! - Coisa inédita por estas bandas – costumo escrever os posts directamente no PC. Desta vez nasceu no papel. Isto de ter um blog faz-nos ter iniciativa para escrever seja onde for, nem que seja só para tirar uns apontamentos para depois fazer os posts . Ficamos mesmo com sensação que qualquer coisa serve para tema e desatar por ali adiante a dissertar sobre tudo... sobre nada.

Experimentem criar um blog e irão ver que tenho razão.

É fácil! Basta clicar aqui e começar.

post escrito na praia a 10 de Maio de 2006)


Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 02:07
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sábado, 13 de Maio de 2006

Novo emprego

Fiquei a saber há pouco tempo, pela revista "Super Interessante", que os astronautas quando partem em missão deixando a família em terra, sabem de ante-mão que esta não fica de todo desprotegida. Fica a tomar conta da mesma um colega próximo do astronauta (também ele astronauta ou candidato a tal), que tanto a NASA como a ESA colocam ao dispor da família. Este tem de cumprir um horário estipulado, enquanto o amigo permanece no espaço: Ocupa-se de tudo o que a família possa necessitar, desde o apoio moral até falar com os professores da escola dos filhos ou arranjar uma tomada que não funciona.

Bem, agora pergunto eu – será que também o substituem noutras coisas?
Acho que me vou candidatar a candidato para astronauta!!!

 

sinto-me: candidato a assistente
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 10:50
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sexta-feira, 12 de Maio de 2006

Naquele dia foi assim



Conforme eu escrevi neste post, aqui está uma foto a comprovar os 31,400Kg de percebes que aqui o west apanhou e que serviu para o lanche ajantarado daquele dia e para mais uns quantos lanches, nos dias seguintes.
Na foto tirada pela piratati vê-se aqui o je a lavar os percebes enquanto saía de mais uma mergulhaça. Só de ver isto, fico com vontade de lá voltar!
sinto-me: a chorar por mais
Arquivo de mensagens engarrafadas: , ,
lançado ao mar por west às 14:34
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito

Tochismo

Há dias recebi um mail do amigo Tochas com o titulo, “Tochas News”, e no qual constava o programa de trabalho do mesmo, com as apresentações ao vivo, localidades, nome dos espectáculos, a campanha “Frize”, etc...
O que mais me chamou a atenção foi obviamente a criação do “Tochismo”.
Não consigo resistir mais, por isso aqui vai, tal e qual recebi na newsletter acima referida.
Eu vou divulgar, só não sei se resistirei a tal coisa!!! 


PENSAMENTO NO FIM DO EMAIL
Cada vez há mais seitas por aí. E eu, como qualquer pessoa normal, também quero pertencer a uma.
Andei a ver mas não encontrei uma seita que fosse para mim....com respostas ao que me interessa... que desse valor às mesmas coisa que eu. Uma seita que eu pudesse dizer: Eu faço parte desta seita!!
Por isso resolvi criar a minha própria seita. Uma seita que tivesse um nome altamente.
Depois de muito pensar (2 minutos e 27 segundos) fez-se luz (o que é muito bom sinal na criação de uma seita, estou a falar da luz e não dos 2 minutos e 27 segundos, claro). E nasceu:  O TOCHISMO
A seita à sua medida. Uma seita para quem quer fazer o bem. Mas também para quem quer fazer o mal. Porque nesta seita não vai haver descriminação; Vai ser uma seita para os altos e para os baixos; Para os magros e para os gordos; Para os homens e para as mulheres; Para todos.
A única coisa importante é que nesta seita TU sigas as tuas próprias regras, só tens que as criar, claro que também as podes quebrar, porque nesta seita É ASSIM!!!
Entrar na seita é ultra fácil:
Deixa todos os teus bens materiais, rapa o cabelo, veste somente um lençol e tatua TOCHISMO na testa. Em opção, podes mandar 15 euros para mim que também dá para entrar. Esta é um seita prática e BARATA!! Mas acima de tudo, é uma seita moderna que vai ao encontro das necessidades de cada membro. Uma seita com SPA e ginásio totalmente equipado. Para estas duas coisas todos os membros devem contribuir com generosos (e obrigatórios) donativos (As SPA's não aparecem do nada!!!!).
Esta é uma seita para quem não quer perder muito tempo, mas gostava de pertencer a uma seita.
Aqui está o cântico que deves entoar todos os dias antes de deitar:
ToooooooooooooooCHAS REINA!!!!!!!!
Tochas é paaaaaaaaaaaaaai!!!!!!!! (repetir cinco vezes)
Entoar o cântico e enviar donativos é a única coisa que esta seita te pede.
Mais fácil não podia ser.
ESPALHA O TOCHISMO!!!! (e manda donativos)
O TOCHISMO CONTA CONTIGO (e os teus donativos) PARA CRESCER!!!!
Todos os donativos podem (devem!!!!) ser enviados por PAY PAL, para o email:
tochas@pedrotochas.com
Com o assunto: Tochas, gasta o dinheiro como quiseres, porque como líder do TOCHISMO, tu mereces!!!!!

 


sinto-me: sem palavras
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 13:23
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Quarta-feira, 10 de Maio de 2006

Canas e rolhas



Foi no dia 9 de Maio de 2006 na praia da Nazaré, e a sombra da cana marcava exactamente 12h45, apontando mais ou menos o Norte.
Havia tanta cana na praia, proveniente do fogo de artificio do passado dia 7, dia da mãe e da festa do homem do mar, que dava para fazer uma jangada para ir até às Berlengas.
As rolhas de cortiça ainda abundam apesar dos festejos da passagem de ano já terem sido há quase meio ano. Bocados de vidros provenientes da inconsciência de alguns pertencente às garrafas de espumante que nessa altura lá deixaram, tornam-se muito perigosos.
A praia necessita de ser limpa mais em pormenor e em profundidade.
sinto-me: à deriva numa jangada de canas
Arquivo de mensagens engarrafadas: , ,
Segunda-feira, 8 de Maio de 2006

Recordação

No meu trabalho escrevo imenso, chegando a gastar uma esferográfica por semana nos picos da escrita, que é o mesmo que dizer - o turno do dia - quando os dedos que a seguram (médio, indicador e polegar), chegam marcados a casa por a prender tanto tempo seguido. Também costumo afiar as unhas no teclado que está à minha frente oito horas por dia (quando não é mais), mas isso agora não interessa. O que interessa mesmo são as esferográficas, e há tantas por aí, mas nem todas me satisfazem em pleno. Das poucas que me conseguem satisfazer e dar algum prazer na escrita, continuam a ser as esferográficas da bic, que já costumava usar na escola primária. Há duas semanas comprei uma caixa de bic cristal grip de tinta azul, em tudo idênticas às cristal – as da escrita normal, mas com uma espécie de borracha onde se segura, o tal grip. No trabalho a minha empresa fornece esferográficas, mas não gosto daquilo que colocam à minha disposição, são muito mais caras e não satisfazem. Uma vez por outra fornece duas ou três bic ristal, pretas. Continuo a não acreditar que haja esferográficas tão simples e com uma escrita tão boa. Tem de se ter em conta que no aspecto da qualidade preço são mesmo imbatíveis.
Vamos lá então à recordação:

“Bic, bic, bic-bic-bic
bic laranja - escrita fina
bic cristal - escrita normal
duas escritas à sua escolha
Bic, bic, bic-bic-bic”

Pois é... era um puto na altura, mas lembro-me perfeitamente desta publicidade que na TV era apresentada com a imagem das duas esferográficas, uma laranja – escrita fina, e uma cristal – escrita normal, fazendo uma espécie de linhas elípticas cruzadas repetidamente entre si, ao melhor estilo de um gráfico mensal de um qualquer bio-ritmo. Os mais velhos lembrar-se-ão com certeza deste anúncio às esferográficas da bic. Não me lembro se havia publicidade nos jornais ou em revistas, mas na rádio o spot apresentado era o mesmo, isto é, as mesmas vozes do spot da TV, a mesma música, a mesma quadra simples e engraçada que ficou para sempre gravada nas memórias de muitos... e na minha também.

Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
Domingo, 7 de Maio de 2006

O dia mais bonito

Para a minha Mãe e para a Mãe das minhas piratitas, em especial. Para todas as Mães do mundo em geral.



Spice Girls
Mama



Um amor passa um dia
Um amor passa outro vem
Mas nunca morre ou esfria
O amor de nossa mãe



sinto-me: Quero colo
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 00:00
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sábado, 6 de Maio de 2006

Sentimento Poluído



Representação de um rio poluído


Poesia experimental pelo escritor Nazareno
Armando S. Macatrão.



Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
lançado ao mar por west às 22:42
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Sexta-feira, 5 de Maio de 2006

Haja Cortesia



Hoje comemora-se o dia da cortesia ao volante.
Clique no link para saber mais sobre este tema e aprender os 15 mandamentos da cortesia ao volante.

E não se esqueça:  A estrada não é um ringue de boxe.

Aqui o west já fez a boa acção do dia evitando uma briga no 'Casal das figueiras', na Nazaré, 18h15 , entre um jovem com o sangue na guelra e um menos jovem que merecia outro tratamento por parte do outro, mesmo tendo estacionado mal, dificultando a manobra ao jovem. Ninguém tinha a razão 100% do seu lado. Um dos argumentos além de aconselhar calma e fechar a porta do carro do jovem não o deixando sair, foi esse mesmo, o de ser o dia da cortesia ao volante. Haja calma e tolerância. Respirem fundo antes de dizer ou fazer algo que não valha a pena.

Para reforçar o sentimento de dever cumprido, os dois simulacros de incêndio ocorridos hoje no trabalho, decorreram bastante bem, tendo sido a minha colaboração, como manda a minha função, importante ao nível da coordenação do plano de emergência depois de dado o alerta.
Os procedimentos, foram os correctos no tempo exacto.
Dever cumprido!


sinto-me: Dever cumprido
Arquivo de mensagens engarrafadas:
lançado ao mar por west às 19:28
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Quinta-feira, 4 de Maio de 2006

Os nossos serviços públicos

Há mais de três meses que estás notificado para ir testemunhar num caso que se passou há três anos e meio na Marinha Grande, e hoje finalmente chegou o dia. Lá vai o west às 9h30 para lá estar às 10h00, no tribunal da respectiva cidade, que por acaso é onde trabalho também, ou seja uma viagem extra. Encontro-me lá com as outras testemunhas e advogada de acusação. Esperamos, esperamos, e nada. Por fim perto das 10h35 fazem a chamada dos notificados. Advogado de defesa e arguida, nada! Mas que é que é feito daquela gente? Não sabem que não podem faltar a estas coisas? As multas para as faltas sem justificação são enormes e até podem levar a detenção até à hora do depoimento. Segunda chamada. Nada. Tudo na mesma.
Por fim o funcionário do tribunal chama a advogada presente. Daí a pouco aparecem com o comunicado aos presentes de que o julgamento era adiado sem data, ou seja nem a data prevista para o adiamento servia, se fosse caso disso, daqui a cinco dias, já que o processo de notificação da arguida e testemunhas deveria ser reiniciado por uma falha do tribunal -
esquecimento da notificação da arguida - é isso mesmo, o tribunal não avisou a arguida que iria ser julgada em tribunal neste dia. Dá para acreditar? Convocaram toda a gente menos quem tinha mesmo de lá estar sem falta.
Quem me paga as deslocações e tudo o mais? Por sorte não faltei ao trabalho porque só entro às 16h00, mas para a próxima não sei se vai ser assim. No meio do pedido de desculpas por parte do funcionário do tribunal, ficou registado verbalmente a minha indignação. Será que os tribunais também têm livro de reclamações?


sinto-me: irritado...mas não muito!
Arquivo de mensagens engarrafadas: ,
lançado ao mar por west às 11:52
link da garrafa | engarrafar comentário | favorito
Segunda-feira, 1 de Maio de 2006

Hoje foi assim

Começar a trabalhar logo às 00h00 do dia 1 de Maio, dia internacional do trabalhador, é a melhor maneira para comemorá-lo. Mas se pensam que não, então tenho a dizer que este dia para mim tem muito mais horas que as simples 24. É que, na vez de me ir deitar para recuperar, como só vou trabalhar amanhã às 16h00, fui apanhar Percebes, foram só três horas de luta feroz de arrilhada na mão. Depois lavá-los no mar à mistura com umas mergulhaças valentes, transportá-los para o carro - tarefa difícil - e ainda houve tempo para uma praia com mais uns mergulhos e um solzinho. Almoçar fora de portas e voltar depois para a praia, tudo isto sempre na companhia da Piratati , que documentou tudo isto com a máquina fotográfica em punho. Depois coloco aqui qualquer coisa para verem, ok?
Um dia estupendo, estou estourado, mas mesmo assim, desculpem lá qualquer coisinha, vou comer alguns dos trinta quilos de percebes com umas cervejolas. Aquilo é que vai ser. E, é agora.

sinto-me: Cansado mas com muito apetite
Arquivo de mensagens engarrafadas:

Novembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30



mensagens engarrafadas

Perfomance Top 10

Considerações à deriva e ...

Classificados

Post it - A enxórrada

Engarrafamentos (I), o pe...

Post it - No Comments

Em busca do pote

Santos da Casa

Equipa de...

Falta de pontaria

mensagens antigas

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

favorito

Post it - !

Outros Engarrafamentos

Aliciante
Antes Ser Puta
Anticonstitucionalmente
Atribulações de uma Loira
Bitaites
Blog do Alentejano
BLOGotinha
bloquito
Borboleta Assanhada
CoeXist
Corpo Dormente (Bruno Nogueira)
Diário (Mafalda Veiga)
Dias Úteis (pedro Ribeiro)
Eden
Electricidade estática
Erotismo na Cidade
Foi Um Prazer
a funda São
Há Vida em Markl
Iluminado
Imagens
Inconfidências Femininas
Instantes
Jam Session
jcraveiro.com
Manelito Caracol
Menina do Blog
Miss Lust
Missixty
Natureza das coisas
Navego Logo Existo
Negativo Digital
NemTodas asGatasSãoParvas
Páginas Amar-ela
Politica.tsf
Praça da República em Beja
Pressões Digitais
O Prodígio
Prova Oral
Sapo Blogs
Sensações Profundas
Sorrisos aos Molhos
Só se tás parve
Tudo Sobre Nada
Vida de Casado
O Vizinho
You've Got Mail

subscrever feeds

blogs SAPO

Arquivo de mensagens engarrafadas

todas as tags